terça-feira, março 9, 2021

BMC participa de plano inicial para recuperação do rio Palmeira

RIO-PALMEIRAPreocupados com a grave situação do rio Palmeira, a Promotoria de Justiça de Espigão do Oeste – Ministério Público Estadual – através da Dra. Promotora Laila de Oliveira Cunha, convidou a BMC, entre outras empresas e entidades, para participar de uma iniciativa e esforço conjunto para salvar o rio Palmeira, que hoje se encontra em risco, devido a graves problemas ambientais.

O rio Palmeira é a única fonte de abastecimento de água para muitos proprietários rurais, empresas e toda a cidade de Espigão do Oeste. Mas ao longo dos anos, o rio foi sendo agredido pelo desmatamento, assoreamento e contaminação por resíduos.

Tendo em vista a gravidade e urgência do problema, que pode afetar o presente e principalmente o futuro de Espigão do Oeste, a BMC disponibilizou dois técnicos, que prontamente se ofereceram como voluntários para iniciar um plano de recuperação. Para entender a dimensão dos problemas e dos desafios, o geólogo Pablo Martin-Cocher e o Engenheiro Florestal Weylin Martins do Santos elaboraram um levantamento de toda a bacia, e em conjunto com outros participantes traçaram algumas ações iniciais, junto do Secretário de meio ambiente, Valdinei Leite Lima e da EMATER.

Segundo o geólogo Pablo, o problema do rio é grave e ações urgentes precisam ser tomadas. Ele acredita que é preciso conscientizar os proprietários das terras de que a recuperação das áreas de mata ciliar são em benefício deles próprios e podem garantir água para o futuro e a valorização de suas áreas. “Faz-se necessário que a sociedade compreenda a importância da manutenção da vegetação em torno do rio, para manter um volume de água nos períodos de estiagem, que aqui podem chegar a até 5 meses, e também porque a vegetação desempenha um papel de filtro, ao reter e decompor parte dos resíduos e contaminantes que a sociedade gera.”

O Engenheiro florestal Weylin aponta que é possível se pensar em parte da recuperação utilizando árvores frutíferas, que podem inclusive proporcionar alguma renda extra para pequenas propriedades à beira do rio. A BMC continuará contribuindo com seu quadro de profissionais capacitados para dar continuidade a este projeto que é fundamental para a qualidade de vida o futuro e a prosperidade de Espigão do Oeste.

Fonte: EspigãoNews

Verifique também

Polícia Militar apreende droga em Espigão D’Oeste que chegava pelo Correio

A Polícia Militar efetuou uma operação na agência dos Correios, no município de Espigão D’Oeste …