quarta-feira, agosto 12, 2020
Home / Destaque / Caso Nicolas Naitz traz Damares Alves para discutir casos de pessoas desaparecidas na Assembleia Legislativa de Rondônia

Anuncie aqui a sua empresa

Caso Nicolas Naitz traz Damares Alves para discutir casos de pessoas desaparecidas na Assembleia Legislativa de Rondônia

Embora ainda não haja data marcada, a iniciativa patrocinada pelo deputado Geraldo da Rondônia (PSC) deve ocorrer em setembro

Porto Velho, RO – Por iniciativa do deputado Geraldo da Rondônia, do PSC, e com intervenção da parlamentar federal Sílvia Cristina (PDT), a Assembleia Legislativa (ALE/RO) deverá realizar em setembro deste ano, embora o dia ainda não tenha sido oficializado, audiência pública a fim de discutir casos de pessoas desaparecidas tanto no estado quanto no restante do Brasil.

 

O papel de Sílvia Cristina será intermediar junto à Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara Federal a participação de autoridades da União no evento a ser realizado no Legislativo rondoniense.

Portanto, amanhã mesmo (14) um requerimento de sua autoria será colocado à apreciação do Plenário da Comissão.

A ideia é que a mesa redonda em Rondônia conte com a participação de Damares Alves, ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos do governo Jair Bolsonaro (PSL), além de Sérgio Augusto de Queiroz, secretário nacional de Proteção Global.

O assunto foi colocado à mesa de discussão por conta do caso ainda irresoluto do bebê desaparecido Nicolas Naitz.

Marciele Naitz, mãe da criança, luta desde 2014 para descobrir a verdade dos fatos sobre o dia em que seu primogênito desapareceu, em maio daquele ano, de uma maternidade particular de Porto Velho.

Por conta dos desdobramentos do caso, a ALE/RO criou a Lei Nicolas Naitz, em memória de crianças e adolescentes desaparecidos no estado.

No dia 20 de maio, o governador Coronel Marcos Rocha (PSL) sancionou o diploma legal, mas vetou a inclusão da data alusiva no calendário oficial de eventos de Rondônia, tornando a lei inócua inclusive em eventuais efeitos pedagógicos.

Em abril, antes de a Lei Nicolas Naitz ser efetivada, Marciele esteve, por intermédio do deputado federal Lúcio Mosquini, no gabinete da ministra Damares Alves.


Reunião com Damares surtiu efeito: caso Nicolas agora é investigado pela Polícia Federal 

Fonte: rondoniadinamica

 

Verifique também

SEMAS recebe doação de cestas básicas feitas pela Sicoob de Espigão do Oeste

Fonte: Assessoria/Decom A Secretaria Municipal de Assistência Social de Espigão do Oeste, desde que foi …