sexta-feira, março 5, 2021

Detran Rondônia reforça vantagens do uso de documentos digitais; usuário tem acesso a informações integradas do veículo

O Departamento Estadual de Trânsito de Rondônia (Detran-RO) explica as vantagens dos documentos eletrônicos para os usuários, a exemplo das versões digitais do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) e da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na versão Carteira Digital de Trânsito (CDT).

O diretor-geral do Detran Rondônia, coronel Neil Aldrin Faria Gonzaga, ressalta que a Resolução n° 809, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que foi publicada no Diário Oficial da União, no dia 24 de dezembro de 2020, e entrou em vigor no dia 4 de janeiro de 2021, dispõe sobre os requisitos para emissão do Certificado de Registro de Veículo (CRV), do Certificado de Licenciamento Anual (CLA) e do comprovante de transferência de propriedade por meio digital.

“Com os investimentos tecnológicos que os Detrans tiveram que fazer, o usuário no conforto de sua casa consegue imprimir as taxas do licenciamento e baixar o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo no aplicativo de seu celular, sem precisar ir a uma unidade do Detran”, afirmou o diretor-geral.

Com a Resolução n. 809, o usuário terá todas as informações sobre o seu veículo em um único documento. Com a implantação do documento eletrônico foi extinto o Certificado de Registro de Veículo (CRV) impresso em papel-moeda. O documento que certifica a propriedade do veículo também passou a ser digital e integrado ao documento de licenciamento anual, que passou a ser o CRLV-e, e desta forma, o usuário não precisa pagar segunda via ao perder ou extraviar o documento do veículo, pois tem a opção de imprimir em casa, em folha A4.

A extinção do documento em papel moeda não significa a isenção das taxas aos proprietários de veículos, uma vez que essas se referem às custas operacionais do Departamento de Trânsito, e não ao papel moeda.

Os dados sobre a propriedade e licenciamento do veículo ficarão inseridos no Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo Eletrônico. O Registro de Transferência foi desvinculado do Certificado de Registro de Veículo (CRV) e passou a ser chamado de Autorização para Transferência de Propriedade de Veículo (ATPV-e).

Neil Gonzaga explica que a medida está valendo para veículos registrados a partir do dia 4 de janeiro de 2021. Os documentos expedidos anteriormente à publicação da Resolução n. 809 continuam valendo.

O usuário que quiser imprimir o CRLV-e, basta entrar na página do Detran Rondônia na internet, no endereço: https://centralservicos.detran.ro.gov.br/ e fazer o cadastro, que é bem simples, para ter acesso ao sistema que permite aos proprietários de veículos automotores acessarem as informações e sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH), inclusive permitindo baixar e imprimir o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV-e).

O layout do documento eletrônico (CRLV-e) permite a impressão caseira em papel sulfite A4 e tem validade jurídica para rodar com o veículo, tendo em vista que a impressão terá QR Code de segurança válido para fiscalização, assim como o CRLV Digital, baixado no celular. O CRLV-e estará disponível em formato digital, após a quitação de todos os débitos.

Documento de Transferência em Papel Moeda

Os proprietários de veículos que já possuem o Documento de Transferência (CRV) em papel-moeda, ou seja, para os veículos registrados antes de 2021, quando for vender o veículo, segue o mesmo procedimento atual. Preencher o verso do documento com os dados do comprador, reconhecer firma no cartório e, por fim, o comprador vai a uma unidade do Detran para efetivar a transferência.

Para os registrados após a Resolução

Para os veículos registrados a partir do dia 4 de janeiro de 2021, o procedimento segue o que determina a Resolução n. 809 do Contran. O Detran vai expedir somente o recibo em formato digital ATPV-e. O recibo, que antes vinha em branco, no verso do CRV, a partir de agora, será expedido somente quando o proprietário for vender o veículo, para isso o proprietário deve solicitar junto ao Detran, de forma presencial, a expedição do documento de transferência (ATPV-e), informando os dados do comprador. O Detran irá disponibilizar a ATPV-e preenchida com os dados do comprador e vendedor, que devem fazer o reconhecimento de firma em cartório e efetivação da transferência no Detran.

Usuário pode baixar a CNH e CRLV digital

A versão digital do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) e da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) está disponível nos sistemas Android e IOS. No mesmo aplicativo, de nome “Carteira Digital de Trânsito”, o usuário pode adicionar os dois documentos eletrônicos que tem validade nacional.

Taxas Detran

As taxas do Departamento Estadual de Trânsito são reajustadas todo ano no mês de janeiro, devido à correção anual do valor da Unidade de Padrão Fiscal (UPF) por meio de Resolução atualizada e publicada pela Secretaria de Estado de Finanças (Sefin).

Fonte: sabinosonorizacao

Verifique também

Em Vilhena, homem leva tiro após revelar desejo de transar com mulher de amigo

Um homem foi baleado durante uma discussão motivada por ciúmes na noite deste domingo, 21 …