Home / Destaque / IDOSO MATA COM REQUINTES DE CRUELDADE, AMANTE 40 ANOS MAIS NOVA QUE EXIGIA SEXO

IDOSO MATA COM REQUINTES DE CRUELDADE, AMANTE 40 ANOS MAIS NOVA QUE EXIGIA SEXO

José de Carvalho revelou que era casado e tentava terminar o relacionamento extraconjugal

Mato Grosso –
Investigações da Polícia Civil do Mato Grosso revelaram que Magna Alves Gabriel, de 31 anos, era amante do idoso José de C. 71 anos, há cerca de dois anos. Ela foi brutalmente assassinada por ele com tiros, golpe de facão no rosto, arrastada para a rua e atropelada, no último domingo (18), em Primavera do Leste (MT).

José se entregou na delegacia da cidade 18 horas após o crime. Em seu depoimento, alegou que foi ameaçado pela vítima e agiu em legítima defesa. O idoso também confessou que é casado com outra mulher, mas que há dois anos vivia uma relação extraconjugal com a vítima.

Carvalho também afirmou estar doente e que não conseguia mais fazer sexo com Magna, 40 anos mais jovem. Tal fato teria motivado várias brigas entre o casal nos últimos dias.

A versão apresentada pelo assassino é investigada pela Polícia Civil.

Conforme investigações, vítima foi até a residência do idoso no dia do crime, onde houve uma discussão. Ele atirou duas vezes na barriga da mulher. Em seguida, arrastou a vítima para fora da casa e utilizou um facão para golpear a cabeça dela.

Não satisfeito, o idoso ainda atropelou a vítima no momento em que fugia em sua caminhonete Toyota Hilux. Magna chegou a ser socorrida, porém, não resistiu aos ferimentos e morreu no Pronto Atendimento.

Diante das evidências, o delegado Pablo Borges Rigo representou pela prisão preventiva do suspeito, que foi prontamente expedida pela Justiça.

Quando o autor do crime se apresentou na Delegacia de Primavera, por volta das 17 horas de ontem (segunda-feira, 19), já estava com a ordem de prisão decretada.

Fonte: newsrondonia

Verifique também

Homem que sequestrou a filha em Espigão do Oeste é preso após 4 meses em MS

Willians Venâncio Dolens, de 39 anos, fugiu com a menina de 1 ano depois que …