Núcleo de inteligência da Policia Militar fecha mais uma boca de fumo em Espigão do Oeste

IMG-20151015-WA0022Na  noite  desta  quarta feira o núcleo de inteligência  da polícia militar em Espigão do Oeste fechou mais uma boca  de  fumo De acordo com o boletim de ocorrência  de nº 2302/15,  a vários  dias o disque  denúncia estava recebendo ligações  informando  que próximo ao ginásio  de esportes  havia  um rapaz  comercializando drogas do  tipo maconha.   Para  averiguar as  denúncias  a polícia montou campana e  na noite  desta  quarta-feira 14/10, após  várias pessoas entrarem e adquirirem  a droga foi realizada  a abordagem.. Em seguida usuários delataram o vendedor e na  abordagem  ao mesmo  foram  localizadas várias porções de maconha. Foi dada  voz de prisão  ao infrator. Os  policiais militares também  deram voz  de  prisão  a todos os usuários encaminhando-os ao HPS   para  exame  de  corpo  delito e a DPC  local para  prestarem esclarecimento dos  fatos.

Veja  o  que  diz a  Lei 11.343/2006 usuário é todo aquele que compra a droga dentro do limite(condições que serão avaliadas pelo juiz) para uso próprio, o que não significa que ele não será punido. Será pena do tipo advertência sobre os efeitos das drogas, prestação de serviços à comunidade, medida educativa de comparecimento a programa ou curso educativo e devem ser aplicadas dentro do prazo de 05 meses, se cometer reincidência (10 meses) a  pena será regredida conforme  a lei.   Já o traficante dono da boca foi preso e enquadrado conforme o artigo 33 da Lei 11.343/2006 que  diz  assim; Importar, exportar, remeter, preparar, produzir, fabricar, adquirir, vender, expor à venda, oferecer, trazer em depósito, transportar, trazer consigo, guardar, prescrever, ministrar, entregar a consumo ou fornecer drogas, ainda que gratuitamente, sem autorização, ou em desacordo com a determinação legal ou regulamentar, pena: reclusão de 5 a 15 anos e pagamento de 500 a 1.500 dias-multa. Se o agente for primário de bons antecedentes e não integre a organização criminosa, a pena poderá ser reduzida de 1/6 a 2/3, vedada as penas restritivas de direito, ou seja, as que citadas para os usuários.

Pode se obter o livramento condicional se o agente cumprir 2/3 da pena, vedada ao reincidente.

A polícia  militar  em Espigão do Oeste sempre  atenta ao crimes cometidos e com a ajuda da população atua não dando chance a marginalidade.  LIGUE 190 E DENUNCIE.

Fonte: Evisson/RomiporãFM

Verifique também

Em Vilhena, homem leva tiro após revelar desejo de transar com mulher de amigo

Um homem foi baleado durante uma discussão motivada por ciúmes na noite deste domingo, 21 …