Pastora da Igreja Wesleyana se suicida após suposta traição em Porto Velho

selma-e-george-696x522-1-696x542Na noite da última quarta-feira (01), S. P. servidora pública e pastora da Igreja Metodista Wesleyana, em um ato de desespero se suicidou em sua residência, ela se enforcou usando uma cortina na sala de casa em Porto Velho. Segundo nossa reportagem apurou, os motivos teriam sido por uma depressão, desencadeada pela descoberta da traição, do então esposo G. P.

Pastora S. muito querida e amada no meio evangélico, teria descoberto a traição há algum tempo e vinha tentando manter as aparências, para evitar um escândalo no meio, pois a suposta amante do pastor, seria membro da própria igreja, o que deixou a Pastora mais desapontada e deprimida.

Sua morte teve bastante repercussão nas redes sociais e muita comoção em seu velório e enterro, onde muitos não acreditavam que uma mulher de Deus, intercessora, vaso cheio e usado por Deus, pudesse ter tido tal atitude, o clima de revolta pela traição do esposo também é sentida pelos familiares e amigos próximos de S.

Pastora deixa três filhas adolescentes, e um grande feito na obra de Deus, sempre disposta a ajudar a todos que até ela chegavam. Mãe presente e esposa dedicada, pastora amiga  e sempre atenciosa.

Tentamos contato com o esposo da vítima, porém não obtivemos êxito.

Fonte: Diário7

Verifique também

Polícia Militar apreende droga em Espigão D’Oeste que chegava pelo Correio

A Polícia Militar efetuou uma operação na agência dos Correios, no município de Espigão D’Oeste …