Home / Destaque / Quatro detentos continuam foragidos do minipresídio de Cacoal, RO

Quatro detentos continuam foragidos do minipresídio de Cacoal, RO

Detentos pularam um muro de quase três metros e fugiram do presídio de Cacoal  — Foto: Reprodução/ WhatsApp

A Polícia Militar (PM) de Cacoal (RO) município a 480 quilômetros de Porto Velho, recapturou na quinta-feira (21) mais um dos 14 detentos que fugiram na quarta-feira (20) do minipresídio da cidade. Quatro ainda estão foragidos, mas segundo o capitão da PM Marcos Frá, a polícia recebeu algumas informações sobre o paradeiro desses apenados e, nos próximos dias, também devem ser capturados.

Entre os foragidos está Rafael da Silva Costa. Ele cumpre pena por roubar e matar a jovem Kátia Saldanha, em dezembro de 2013.

O último detento foragido foi capturado por volta das 11h de quinta-feira, no distrito Riozinho em Cacoal. De acordo com o capitão, os policiais chegaram até o preso por meio de uma denúncia anônima.

“Muitas fotos desses foragidos estão circulando pela cidade. Um morador viu esse suspeito no Riozinho, percebeu que parecia com um dos foragidos e nos informou. Uma equipe se deslocou até o local indicado e confirmou a denúncia, tendo sucesso na captura”, contou Frá.

O capitão informou que os pontos de abordagens montados pela PM desde o momento em que descobriram a fuga, estão sendo mantidos, nos municípios de Cacoal, Pimenta Bueno (RO) e Ministro Andreazza (RO).

A PM pede a população que continuem denunciando, por meio do número 190, todas as informações relevantes que possam levar aos quatro foragidos.

Entenda o caso

A fuga de 14 detentos foi registrada na madrugada de quarta-feira no mini presídio de Cacoal. Os apenados cavaram um túnel, de aproximadamente quatro metros, pularam um muro de cerca de três metros e fugiram. Até o momento, dez detentos foram recapturados. A maioria cumpre pena por roubo e homicídio.

A fuga foi percebida por volta de 1h, após os policiais receberem uma denúncia anônima, informando um movimento atípico próximo a delegacia. A PM afirma que nenhum movimento anormal dos detentos foi observado pelos agentes penitenciários ou policiais dentro do presídio.

Para cavar o túnel, os policiais acreditam que os presos usaram aparelhos artesanais, como ‘chunchos’. Para isso, levaram cerca de um ou dois dias. Após perceberem a fuga, os agentes iniciaram uma operação de recaptura dos presos.

Foragido

Entre os quatro detentos que continuam foragidos está Rafael da Silva Costa. Ele foi condenado por roubar e matar a jovem Kátia Saldanha, moradora de Pimenta Bueno, em dezembro de 2013. Rafael já havia fugido da casa de detenção de Pimenta Bueno, no dia 14 de fevereiro de 2017. Após ser recapturado, ele foi transferido para o minipresídio de Cacoal, onde continuou cumprindo a pena até fugir novamente, na madrugada de quarta-feira.

Latrocínio

No dia 16 de dezembro de 2013, Kátia Maria da Silva Saldanha, de 26 anos, saía da igreja quando foi abordada por três homens em Pimenta Bueno. De acordo com investigações na época, um trio anunciou o roubo do veículo e obrigou que a jovem permanecesse no interior do carro.

Os bandidos seguiram com a vítima até a BR-435, que liga Vilhena (RO) a Colorado do Oeste (RO). Ao chegar em uma região de mata, segundo o inquérito policial, os três decidiram matar a jovem com uma faca. Kátia sofreu cortes no pescoço e peito.

Para dificultar que o corpo fosse encontrado, os suspeitos colocaram uma jaqueta sobre as costas da jovem. Após assassinar a estudante, eles seguiram viagem até Cuiabá (MT), quando foram presos no carro de Kátia. O corpo foi encontrado em Vilhena após dois dias.

Fonte: G1 Cacoal e Zona da Mata.

Verifique também

Cachorro Pit-Bull atacou funcionária da prefeitura na manhã desta terça-feira em Espigão do Oeste

Na manhã desta terça-feira(25), uma funcionária da prefeitura de Espigão do Oeste, que trabalha na …